1 Autor do terceiro tento parisiense, Christopher Nkunku - 19 anos e formado na base do clube - marcou seu primeiro gol em jogos oficiais, em sua 11ª partida com a equipe profissional.

7 Fato inédito em 2224 partidas oficiais: o Paris Saint-Germain goleou o Bastia com sete artilheiros diferentes: Thiago Silva, Adrien Rabiot, Christopher Nkunku, Thiago Motta, Lucas Moura, Ángel Di María e Julian Draxler! Foi também a maior vitória na história do clube em casa em todas as competições desde 26 de novembro de 1972 -8 a 0 sobre o Stade Français, também pela Copa da França. Esta foi a segunda vez que o Paris marcou sete vezes contra o Bastia, após vencer por 7 a 1 em setembro de 1984 pela Ligue 1.

31 Bela estreia do mais novo contratado parisiense, o alemão Julian Draxler! Após substituir Adrien Rabiot, o campeão do mundo em 2014 precisou de apenas 31 minutos e uma finalização para marcar o seu primeiro gol pelo Paris Saint-Germain. Um desempenho que coloca o alemão em 10º lugar entre os artilheiros parisienses mais rápidos da história.

13 O Paris venceu suas últimas 13 partidas na Copa da França, com 35 gols marcados e seis sofridos durante o período. Esta é a maior série de vitórias da história do clube no torneio. A última eliminação foi em 22 de janeiro de 2014 contra o Montpellier (1x2), pelos 16 avos de final. Além disso, o Paris ganhou suas últimas 11 partidas contra um clube da Ligue 1 na Copa da França, marcando pelo menos dois gols em dez destes 11 jogos.

30 O Paris Saint-Germain nunca foi vencido pelo Bastia em jogos oficiais no Parc des Princes (23 vitórias e sete empates).

364 era o número de dias desde o último gol de Thiago Motta pelo Paris, marcado diante do mesmo Bastia (2x0, em 8 de janeiro de 2016). Levou quase um ano para vermos o meio-campista anotar outro gol de cabeça diante dos corsos!