Marquinhos, primeiramente, bem-vindo a Paris. Por que escolheu o projeto do Paris Saint-Germain?
Desde o começo, o projeto me agradou muito. O Paris Saint-Germain é um clube que apostou muito em mim, que realmente mostrou muita vontade de me contratar, e essa prova de confiança conta para mim. O fato de terem passado por aqui jogadores de classe mundial, entre eles diversos brasileiros e italianos, também me seduziu. Sei que estou chegando a um grande clube e venho para dar o máximo e fazer sucesso.

O que representam para você o Paris Saint-Germain e, de maneira geral, a cidade de Paris?
Para mim, é uma etapa profissional muito importante. É um degrau necessário na minha evolução. Busco progredir pessoal e profissionalmente, portanto estou muito feliz por estar aqui hoje.

Há uma tradição de grandes jogadores brasileiros no clube, como Raí, Valdo e, mais recentemente, Thiago Silva. Isso pesou na sua escolha?
Sim, com certeza. O fato de saber que compatriotas escreveram eescrevem a história do Paris Saint-Germain me convenceu ainda mais do desafio a superar. Posso dizer que foi um elemento a mais na minha escolha de vestir essa camisa.

Thiago Silva, justamente, é o capitão da Seleção Brasileira e do Paris Saint-Germain. Imaginamos que jogar ao lado dele seja algo especial para você...
Temos de deixar claro desde já que é preciso fazer as coisas passo a passo. É a cada dia, a cada treinamento, a cada partida que provarei o meu valor. Não há nada garantido ao chegar aqui. Não tenho certeza se vou jogar ao lado do Thiago Silva, pois tenho consciência de que talentos como Alex e Mamadou Sakho estão aqui. Portanto, preciso fazer de tudo para provar que mereço o meu lugar na equipe.

Depois da Série A italiana, você vai conhecer a Ligue 1. O que sabe sobre o Campeonato Francês?
Sei que o campeonato não é fácil, pois há times de altíssimo nível. É também por isso que estou aqui, porque procuro evoluir e crescer sempre.

Se precisasse apresentar o Marquinhos em uma palavra, o que você diria?
Um sentimento de família muito forte. Sem o apoio da minha família eu não estaria aqui hoje. Penso também em todas as pessoas que contribuíram para tornar essa aventura possível, e agradeço a elas.

Gostaria de deixar uma mensagem aos torcedores do Paris Saint-Germain?
Chego para contribuir com o projeto parisiense e me comprometo a trabalhar duro, pois vou tentar ganhar todos os títulos que essa torcida merece.