Groupe - Féminines

As mulheres do Paris Saint-Germain

CAssim como o time masculino, as meninas do Rouge et Bleu continuam alçando novos patamares a cada temporada, como foi demonstrado pela disputa da final da UEFA Women’s Champions League em 2015.

Após a chegada em 2012 de um novo técnico, o experiente Farid Benstiti, além de várias jogadoras com experiência internacional, a equipe feminina se consolidou como um dos principais times da primeira divisão francesa. Atrás apenas do Lyon na temporada 2014/2015, Sabrina Delannoy, Laure Boulleau, Caroline Seger e companhia se mostraram uma equipe digna de desafiar a supremacia do Lyon, tanto em competições francesas quanto em europeias.

Com um elenco que se reforça a cada ano, o clube da capital francesa reafirma sua vontade de permanecer entre os melhores do Velho Continente. No dia 14 de maio de 2015, em Berlim, as parisienses chegaram perto da glória máxima, só sendo derrotadas nos minutos derradeiros para o Frankfurt na final (1x2). Uma decepção bastante sentida no momento, mas que foi acima de tudo um acréscimo de experiência que ajudará bastante a ambição internacional do clube em um futuro próximo.

Para acompanhar o crescimento exponencial das meninas, o clube procura se renovar cada vez mais no dia a dia, à imagem da modernização do centro de treinamento dedicado somente ao time feminino em Bougival, assim como um campo de jogo no centro da capital: o Stade Charléty. Uma preocupação com a profissionalização e condições de trabalho melhores destinadas a darem todo o suporte para as meninas parisienses. Mais do que nunca, o Paris Saint-Germain mostra todo o seu orgulho de sua faceta feminina.